Família é feita refém em IpatingaEleito novo presidente da Câmara de IpatingaDouglas Willkys é eleito prefeito de Timóteo

Homem é preso após matar dono de padaria na Região Norte de BH por causa de R$ 0,50

Polícia

Uma discussão por causa de R$ 0,50 teria sido a motivação de um crime nesta terça-feira em uma padaria localizada no Bairro Planalto, Região Norte de Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar, o suspeito não concordou com o acréscimo no valor dos cigarros se pagasse no cartão de crédito e discutiu com o dono do estabelecimento. Durante a briga, o proprietário do local foi atingido com golpes de chave de fenda e morreu.

Segundo relato do major Sérgio, comandante da 16ª Companhia do 13º Batalhão da PM, Filipe Henrique de Lima, 28 anos, entrou na padaria, que fica próximo ao local onde trabalha, para comprar cigarros. No caixa, foi informado que, se fosse pagar no cartão, teria um acréscimo de R$ 0,50.

O suspeito pagou em dinheiro, mas ficou revoltado com o aumento em caso de pagamento com cartão e discutiu com a funcionária do caixa. O dono do estabelecimento, Gilcimar Dias Sabriano, 30 anos, que estava próximo, interveio. Os dois bateram boca e o proprietário da padaria levou dois golpes de chave de fenda no peito. Ele foi socorrido para o Hospital Risoleta Neves, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Após atingir o dono da padaria, Filipe deixou o local, mas foi localizado pelos policiais no trabalho, a cerca de 1 km de distância. Segundo o major da PM, o suspeito assumiu o crime para os militares, reconheceu que agiu de forma impensada e que ambos se exaltaram. O homem não tem passagem pela polícia.

A reportagem da Itatiaia tentou ouvir Filipe Henrique de Lima, mas ele não quis dar sua versão para o crime. Os funcionários da padaria também não quiseram se pronunciar.

Por: Itatiaia
Foto: Ana Cecília Carneiro/Itatiaia