Secretário de Obras fala sobre entulhos em TimóteoAudiência discute melhorias do cemitério do BonfimOficina de Carimbó é realizada em Timóteo

'Ele fica intimidando os jogadores', diz goleiro Cássio sobre juiz após derrota corintiana

Futebol Nacional

O lance mais importante da derrota do Corinthians para a Ferroviária por 1 a 0, neste domingo, no estádio da Fonte Luminosa, foi a cobrança de pênalti que definiu o placar em Araraquara. Alan Mineiro cobrou a penalidade na trave e, na volta, a bola bateu levemente em Cássio e voltou para o jogador da Ferroviária. Se não houvesse o toque no goleiro, a jogada seria inválida. Até aí tudo bem, lance legal. Os jogadores do Corinthians reclamaram muito, no entanto, do fato de que Alan Mineiro usou o braço para ajeitar a bola e fazer o gol. As câmeras de tevê comprovaram o toque no braço.

No final do jogo, o goleiro reconheceu que a bola havia batido em suas mãos. "Bateu na volta, não tem problema. Não tenho problema de assumir que bateu", disse o goleiro, que reclamou da postura do árbitro Raphael Claus. "É muito difícil conversar com esse árbitro, com todo respeito. Fica intimidando os jogadores. Temos de melhorar as duas classes (de jogadores e juízes), ter respeito, mas não dá para conversar. Não é desculpa por perdermos o jogo. Aconteceram os erros e saímos derrotados", afirmou o jogador na saída do gramado.

Já classificado à próxima fase do Campeonato Paulista, o Corinthians perdeu a chance de mostrar força para os estágios finais do torneio. Com uma atuação fraca tecnicamente, principalmente no primeiro tempo, a equipe foi derrotada por um dos piores times do torneio.

Reservas como Guilherme, Moisés, Camacho e Marlone tiveram atuações regulares e não conseguiram fazer o time jogar bem. O Corinthians tem compromisso na quinta, às 17 horas, contra o Red Bull Brasil, no Itaquerão.

Por Agência Estado , 19/03/2017 às 20:01
atualizado em: 19/03/2017 às 20:15

Foto: Web